Cartão de Visita do Facebook

domingo, 29 de novembro de 2015

PEDRA

PEDRA

O teu abraço manso
A pedra sentida
O descanso
O cansaço
A ferida

Dura a pedra do peito
A saudade vertida
Rochedo desfeito
Em abraços do vento
Transparência da vida

A erosão do sentir
São assim os teus abraços
Pedras duras por partir
O chão dos meus passos
A solidão de existir
Rocha sentida
Desilusão

Um esboço a carvão
A silhueta dos sentidos
Esquivos fugidios furtivos
Os ossos liquefeitos
Os riscos imperfeitos
O desenho à mão
A tela a fingir
A alma rochedo
O fundo a medo
O corpo a esgrimir
Sombras no papel
Em dura mater luz
Rochosa pele
Doce fel

Meiga dureza
A treva seduz
A uma única certeza
O homem conduz
...

musa

Sem comentários: