Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 27 de outubro de 2015

CÉU NA TERRA

Queria longe ou perto um pedacinho do céu na terra
Um chão iluminado e certo caminho de estrelas
Do planalto mais verdejante ou asas sobre a serra
Do alto mais distante pudesse eu ver todas elas

Queria esvoaçar murmúrios bandos florescidos
Do prado mais viçoso onde o riacho é a frescura
Sob a sombra das árvores plantados os sentidos
E deixar voar entre as folhas e silêncio e loucura

Não há vedação muro arame farpado ou barreira
Ou farda que limite o sonho viajante
Não há lei ou grito pesadelo choro ou fronteira

Farol de mãos dadas vencendo o tempo
De todas as tempestades o medo distante
Asas estendidas do paraíso filhos do vento
...
musa

Sem comentários: