Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

ENTARDECER DA VIDA

ENTARDECER DA VIDA

"Não se pode impedir um entardecer de acontecer"

Entardecer nas nossas bocas
Arrefeceu o olhar da pele das palavras
Há nos versos embevecer
Que parece florescer de verbos imperativos
Roseiral de madrugadas frias
O tempo nos teus olhos adormecido
Não há palavras por dizer
A breve distancia do sentir
As linhas da vida sombrias
Raízes de saudade e prazer
Faz se tarde para me despedir
Com as mãos cheias ou vazias
Deste amor tão tardio
Nos olhos cansados e tristes
E o silencio por um fio
A prender esta solidão a que resistes
Na espera de mais um entardecer
Porque é tão bom esperar-te para viver
...

musa

Sem comentários: