Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

SOZINHA E PERDIDA - Sting - Fragile


SOZINHA E PERDIDA

Mundo esse abraço gigante
Que me engole de escuridão
Sem um colo para me receber
Um coração frio distante
Em solitária desilusão
De frialdade prazer
Olhar desfeito
Sem querer
As vezes que me sinto tão só
E teço na alma e no peito
Trama urdida na garganta o nó
Emaranhado imperfeito
De algozes sentidos
Soluços e gemidos
Sem jeito
Tão gélida a minha triste solidão
Tão grande o mundo que não me vê
Tão espesso o silencio a loucura
O crivo fundo da ingratidão
Esta dor já sem cura
Esta vida que não se crê
Sem piedade ou perdão
Esta cama em que me deito
Tão sozinha
Assim aceito
Tão minha
...

musa

Sem comentários: