Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 1 de junho de 2015

AMOR

E dizes me palavras bonitas arrematadas de amor
Vences o vazio enchente do meu sentir
Palavras vociferadas por sentimento
E um outro pensamento a ressurgir
Em braçadas de amor rompendo o silêncio em mim
Dizes a palavra amor como que a pedir
Olha me todos os dias assim
Como quem abraça com o corpo todo
E de terra de chão de lama de cal de lodo
Molda o amor em pedaços de ternura
Rasga o ventre do tempo
Ama de profunda loucura
Com o sentir o corpo a alma o alento
...

musa

Sem comentários: