Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 28 de maio de 2015

BAIRRO

BAIRRO
Em cada janela uma vida um sonho alguém
A luz as sombras silêncio escuridão movimento
Em cada porta aberta a respiração também
Fechada a vida e os seus mistérios sentimento

Lá dentro de muros paredes divisões o mundo
O tempo imperfeito em multiplicados sentidos
Do soalho ao tecto vida pensamento profundo
Um bater no peito de instantes sonhos vividos

Cada rua do bairro a vida endoidece a multidão
Em portas e janelas vãos de escada telhados umbral
De chegadas e partidas de que se tece a mística solidão

Bairros de vidas em infinita loucura casarios de branco caiados
Escondem segredos de sal lágrimas agruras mágoas alegria e cal
Nos lares das cidades são ninhos de pássaros engaiolados
...
musa

Aguarelas JoaoBrum

Sem comentários: