Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 26 de março de 2015

OS POETAS SÃO MAL DITOS

OS POETAS SÃO MAL DITOS
Os poetas são mal ditos
Fogem das sombras o eco
Agonizam a voz proscritos
Afiam a esquina e o beco
Da intima declamação
As palavras da prostituição
Com que fazem a cama à poesia
E dessa proclamada heresia
Em templo de livros vendilhão
Arrastam a alma pelo chão
E em silêncio são enterrados
Tão mal ditos como hereges
Que negam a própria criação
Nós versos declamados
Gritam paga o que deves
Em soneto com refrão
Libertam ditos maus de sentir
Mas quem os quer ouvir
A esses poetas malditos
Que ecoam os podres da nação
Em poemas rasgados escritos
Com sangue da carne que os fez nascer
No maldito poema está o prazer
E os faz padecer pela força da mão
Mal dizentes poetas de ontem de hoje e de amanhã
Que escrever é dura missiva
Calem se a vossa palavra é vã
Divinal veio de inspiração
Consagrem ao silêncio a vossa vida
A vossa morte é que não
...
musa

Sem comentários: