Cartão de Visita do Facebook

domingo, 22 de março de 2015

FRÉSIAS

Que odor embriagante que inebria
Frésia flor junquilho dos prados
Coloridos versos em florida poesia
Como se fossem doces e macios cardos
Nas mãos em ramalhetes os Bardos
Oferecem perfumada magia
O poema inebriante
De amanhecer
Florido
Colorindo a relva fresca verdejante
O cheiro doce esmaecido
Da flor cheirosa
Radiante
Dizem faz inveja ao odor da rosa
Campanuladas perfumadas
Brancas amarelas rosas violetas bulbosas
Pequeninas campanulas graciosas
De sua essência calma amizade
Ramalhete de felicidade
A Frésia significa protecção
Flor bela resistente
Quase poema paixão
Tal esse amor
Que a flor sente
...
musa

Sem comentários: