Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 20 de março de 2015

ECLIPSE - AO LUAR

ECLIPSE
Porque está tudo tão quieto
Esta manhã o galo não cantou
Amanheceu um luar fluo discreto
De nuvens que o vento não levantou
E junto ao mar
Que calmaria

Parece que o tempo se faz poesia
A lua encobriu o sol de brilhar
Fez lhe frente para a tapar
Quimera magia

E sim ainda está tudo aquietado
O dia em silêncio enevoado
Parece ter parado
No tempo

Há uma lua nova eclipse solar
super lua equinócio da primavera
A natureza agita se quieta serena
A calma estende a alma terrena
Amanhece uma sexta-feira perto do mar
Trago nas palavras versos temporais de espera
Sim começou a Primavera
Mas está tudo tão quieto
Parece que o dia desperto
É um segredo dito ao ouvido do sol pela lua
...
musa

AO LUAR
Espreitei a lua no teu olhar
Pareceu me nuvem na poeira
No pó das estrelas a brilhar
Um rasto de luz no luar
Nos olhos da feiticeira
Havia a lua a cintilar

Branca grande arredondada
De um azul frio mármore
Por entre a folhagem da árvore
Espreitei a iluminada

E quis parecer me um anjo branco
Estendendo sobre a terra o manto
De uma brancura caiada
De azul olhar espanto

Dentro dos meus olhos escondida
Brilha a lua e a vida
Tanto mas tanto
...
musa

Sem comentários: