Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 6 de março de 2015

A VIÚVA

A VIÚVA

Passa na rua secreta de negro vestida
Auréola violeta em cansado olhar
As pedras da rua sabem-na entristecida
Recolhem-lhe as lágrimas de tanto chorar

E no jardim as flores sorriem para ela
As árvores da praça invejam seus cabelos de oiro velho
E quando ela passa de encontro ao rio seu espelho
O pintor espalha na tela a cor da bonita aquarela

Guarda no peito tristeza do amor a eternidade
A singela beleza que o tempo lhe roubou
E deixou no rosto marcas de dor e de saudade

Tem os dias presos em nostalgia e timidez
Há dentro de si o homem que ela amou
Agora vive o momento da intíma viuvez
...

musa

Sem comentários: