Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

NÃO QUERO MORRER

NÃO QUERO MORRER

Não me deixe morrer eu quero viver
Quando da vida depende o teu gesto
Gratidão justiça desse humano querer
Grito arrancado vivo em dor manifesto

Não amordacem agora o silêncio inocente
Não pensem sequer em baixar os braços
Não abandonem à morte a sorte de gente
Que não tem culpa do entrave aos passos

Que lei alguma possa travar grito cansaço
Deixem caminhar quem urgente quer seguir
Ou viver de sorrisos de filhos ao regaço

Dar-lhes colo e poder abraça-los por muito tempo
Não me deixem morrer eu quero viver eu quero sentir
Por favor não ignorem este grito de tantos este lamento
...
musa

Sem comentários: