Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

ESMERALDA

ESMERALDA

Teus olhos tão verdes de preciosa gema
Ah como eu os queria de esperança viva
Versos viçosos fantasia loucura o poema
Que enobrece as palavras de luz sentida

Verde esmeralda no olhar campos de flores
Prados verdejantes com alma tão sentida
Não transparecem dos sentidos suas dores
Promessas orações preces rosário de vida

Que olhos verdes sem traição malicia ilusão
Espelhos transparentes de profundo sentir
Dor ou raiva que esconda desgosto ou solidão

Há nos teus olhos verdes preciosa claridade
Jardins floridos de esperança a refulgir
A verdura timida do tempo em saudade
...

musa

Sem comentários: