Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

CORUJA COM OLHOS DE CÉU

CORUJA COM OLHOS DE CÉU

Misteriosa trama de estrelas brilhantes no olhar
Que azul noite se fez dos olhos da coruja triste
Os sonhos distantes que nem sempre se podem alcançar
Na escuridão nublosa que de brilho e luz insiste

Ser um universo de misticismo e sabedoria
Soberana da noite arrebatando as trevas
A morte o azar um desastre a euforia
Seu grito ruidoso de olhar penetrante varre as serras

Divindade ou guardiã inspiração do luar
Há nos seus olhos espiritual bruxaria
Coruja das torres dos sinos a tocar

Rapina noturna alma de mulher disfarçada
Que universo resplandecente incita a magia
Na coruja dos olhos de cor tão azulada
...

musa

Sem comentários: