Cartão de Visita do Facebook

sábado, 24 de janeiro de 2015

LUZ ILUMINADA

LUZ ILUMINADA
Faria qualquer coisa pela escuridão
Luz Iluminada do sentir
Pulsante lateja em brusquidão
As sombras cintilantes a refulgir
Gazelas com penas bruxuleantes
Trémulas asas em clarão
Sopros suaves deslizantes
Dos lábios a brisa até à mão
Que parece sorrir
A negra sombra iluminada
A luz do rosto encoberto
Um esgar de riso a consentir
Escura névoa clareada
Do olhar secreto
A cortar como adaga
A alma negra marmoreada
Do sorriso espectro
...
musa

Sem comentários: