Cartão de Visita do Facebook

domingo, 16 de novembro de 2014

SE ABRAÇO FOR POEMA

SE ABRAÇO FOR POEMA
Lês as palavras e imaginas o sentir
Um afago do verso no estreitar de sentidos
As rimas quantos beijos a pressentir
Outros tantos caminhos de abraços consentidos
E se a tua boca ousar permitir
O poema feito dança a admitir
Outros passos talvez proibidos
Nos beijos e abraços que possamos repetir
Nos versos sentimentos destemidos
Se um abraço for um poema de olhares perdidos
A poesia dos afectos e gemidos
Sabes meu amor vou te dizer
Em pensamentos estreitados desabridos
Nada mais se escreve e enlaça de prazer
Do que as palavras que abraçam versos no poema
Enquanto lábios e braços se entrelaçam sem querer
As mãos que escrevem as palavras com a pena
Fazem a ternura do sentir e do viver
E deixam às bocas e às mãos o dilema
Do abraço do beijo a escrever
...
musa


Sem comentários: