Cartão de Visita do Facebook

sábado, 8 de novembro de 2014

NO LUGAR DAS COISAS PEQUENAS

NO LUGAR DAS COISAS PEQUENAS

Aparecem pela manhã
No lugar de todos os instantes
E do tempo ficam distantes
Como o cheiro a canela e a maçã
E tornam se maiores
Ainda que menores
Pequenas lembranças de outrora
Réstias de ousados sentidos
No lugar das coisas pequenas de agora
Há tantos momentos esquecidos
Viagens a um passado profundo
As cores sons odores sabores perdidos
Que embelezam avivam o mundo
Fazem da negra cor do café um colorido
O aroma da alma cheia
A vida que a incendeia
E lhe arruma o sentido
Senta se ao seu lado
Como quem chega de uma longa viagem
Dando cor e feitio a essa paisagem
Talvez isso seja o passado
Das pequenas coisas no seu lugar
De um pedaço de tempo guardado
No vão secreto do olhar
A memória que de amor arrestou
O que o coração guardou
...

musa

Sem comentários: