Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

AINDA - ao Rui

Ao RUI pelos teus olhos negros...

AINDA

O que há dentro dos teus olhos tão negros
Bailados de sonhos por contar
Desilusões alegrias ilusões medos
Ainda mistérios credos paixões segredos
E a alma inteira de loucura abarrotar
Como se a aventura vivesse em ti
Que feitiço têm os teus olhos doçura
Negros olhos por quem me perdi
Colmeia vibrante onde busco mel
Há tanto no teu olhar de ternura
Os teus olhos como uma segunda pele
Em evasão cumplicidade procura
E eu sem saber o que fazer
Ainda por desvendar tanto prazer
Abelha de flor em flor
Pólen negro a florescer
Olhar quieto ao entardecer
Em timidez torpor
Ainda por ser
...

musa

Sem comentários: