Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

URGÊNCIA DE SENTIR-TE

Trazes-me vontade sem saber caminhos
Em despertar de mãos entre as minhas
De olhos atentos a silêncios sozinhos
Por onde vagueias ou caminhas
Em passos de pele e sentidos
E de desejo determinas
Urgentes pedidos
Adivinhas

E amas-me rompendo distâncias
Invocando todo nosso sentir
Meigos murmúrios ânsias
No desassossego a proibir
Ousar não te ter
E morrer nos teus braços
De louco prazer
Doidos abraços
De amor

Sulcos de sintonia
Subtis fragrâncias
Pele poesia
De doce intimidade
Química cumplicidade
Aromas de instância
Odores docilidade
O teu meu olhar
Somente sim
Esta vontade de te amar
Amar-te sem fim
...

musa

Sem comentários: