Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 8 de maio de 2014

PÁSSARO AZUL

PÁSSARO AZUL

olhos azuis... lindos...
boca a merecer beijos...
Esconde-me no mais fundo que há em ti
Esconde-me e guarda-me só para ti

Havemos de ser esse pássaro azul que voa céu da boca por beijar
Onde nenhum sol queira ser mais quente que o teu desejo ardente
Havemos de ser asa de condor no alto dessa colina a querer voar
Onde nenhuma outra ave queira ser horizonte do sol nascente

Embrulhar-te num abraço perfumado
Ser a tua cama e tu a minha mesa
Devorar-te o espaço mais recatado
E deixar que o amor nos aconteça
Ser a pele da tua pele, agora suada
Seres a bainha do desejo mais intenso
Ser a noite que se desfaz em madrugada
Seres o cálice cheio, perfumado de incenso

Havemos de nos entregar na noite confidente num abraço apertado
Ser cama e mesa de alvura e acetinado desejo em demorado prazer
E se amor acontecer na pele suada do sentir num beijo perfumado
Seja então consumado nosso instante de sedução e doce querer

no teu mais intimo desassossego brilha a flor proibida
talvez retraída a medo perca o odor da pétala caída
e curva a haste do teu desejo pende o gozo húmido
do botão de rosa ardente da flor desprendida
há um fio de saliva quente brilhando acetinado túmido

unindo dois corpos sedentos num breve momento único

musa & AF

Sem comentários: