Cartão de Visita do Facebook

domingo, 18 de maio de 2014

MEU AMOR


adormece a tarde na noite abraçada
cobre-a um véu de magenta cor
talvez a luz em cambraia
rubra tonalidade cansada
no poente desmaia
esvaecendo de rubor
pálida desmaiada
em seu fulgor
acetinada


sabes meu amor
há no teu olhar um sol poente
entre o amarelo laranja carmim
o rubro avermelhado do cetim
um céu esmorecido de loucura
esmaece a tarde cadente
um lusco-fusco sem fim
nas cores tingidas de ternura
um sol enfraquecido fulgente
que ainda nos meus olhos perdura
cálido e quente luzente
ténue sentido


que te faz lembrar meu amor
que nada há de mais belo assim
que um fim de tarde
e nesse entardecer
parte de mim
corpo e alma que arde
por te ter
enfim
musa

Sem comentários: