Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

DE TI - … das leis do amor…

Não basta o sentir dizer-te
Todo o amor que se esconde no peito
Todo este arrebatamento de querer-te
Este sentimento profundo imperfeito
Que é viver de ti e intensamente ter-te
A rasgar veias em pedra tão dura
Fazendo do corpo sulcos leito
De uma terra molhada de secura
Em aridez descontentamento sem jeito
Que tanto me persegue e leva à loucura

De ti
Não basta somente querer e sentir
Do teu sorriso do teu olhar doçura
Saber do teu sentido tão ausente
Tão perto de mim doce existir
O que alma e corpo sabe e sente
Das leis do afeto meiga ternura
O amor que não tenho de ti
Em homem nenhum
Mas que eu sempre senti
E que em lugar algum
Se procura
Aqui

musa

Sem comentários: