Cartão de Visita do Facebook

domingo, 5 de janeiro de 2014

PANTERA NEGRA – A EUSÉBIO

 há um jardim saudoso de chorosas tulipas negras
a alma atravessada de espanto pela pantera mito
dor incendiando corações de lágrimas labaredas
que ateiam de tristeza e luto pelo ídolo favorito

negro sangue jogador camisola verde e vermelha
que importa o clube a cor do seu contentamento
no futebol será sempre uma luz ou uma centelha
que todos encanta com golos de deslumbramento

em voos velozes negra águia marca loucas vitorias
nos seus pés tem a bola cometa varrendo universos
deixa na memoria um hino de satisfações e glorias

ao povo português honra cumprida sua humanidade
que assim possa ser homenageada vida em versos
morreu mas deixará para sempre eterna a saudade
musa

ATÉ SEMPRE EUSÉBIO! PARTIU O PANTERA NEGRA

Portugal está de luto. Morreu, na madrugada deste domingo, vítima de paragem cardiorrespiratória, Eusébio da Silva Ferreira, o King, rei dos Magriços de 1966 e eterno símbolo do País, da Seleção e do SL Benfica.

Internacional A em 64 ocasiões, marcou 41 golos pela Seleção Nacional, um recorde que só foi batido em 2005 por Pedro Pauleta e, mais recentemente, por Cristiano Ronaldo - ambos com 47 golos atualmente.

Eusébio maravilhou o mundo do futebol na década de 60, com os expoentes máximos em 1962, na conquista da Taça dos Campeões pelo SL Benfica, e em 1966, com o terceiro lugar de Portugal no Mundial-66 e o título de melhor marcador da competição.

Ao serviço do SL Benfica conquistou 11 campeonatos nacionais e 5 Taças de Portugal.

Sempre com #Portugal em:

https://www.facebook.com/selecaonacional.pt

Sem comentários: