Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

LIVRAMENTO

O tempo dá tréguas sossego à inquietação
Os dias aclaram-se estendendo-se além
Há imaginado lume delírio livramento
Nos abraços do horizonte a escuridão
É céu aberto que negrura sustém
É desassossego descontentamento
E as vagas em corrupio e vaivém
E o vento em assobio também
Sobre o mar loucura solidão
Nas ondas o medo contém
O sal das lágrimas ilusão
O azul cinzento a fingir
O olhar tingido carvão
A fogo aceso sentir
Onde afundar
Imaginação
Existir
musa

Sem comentários: