Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

"INSOMNE" MADRUGADA

… fuiste la clara luz que vino a verme cuando se despidió la noche…

e nesta madrugada o assombro que me invade ainda escura e fria teimando já ser claridade a luz se esguia raiando a noite flor do dia...

há-de ser agora
mais do nunca ainda
amanhece frialdade
estranha claridade
repousa no meu sentir
adentro se demora
o escuro finda
perdura existir
madruga solidão
de peito aberto
não tem hora
a doce ilusão
sono incerto
aclara o dia
pensar secreto
faz-se poesia

musa

Sem comentários: