Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

UM BEIJO PRESO NO TEMPO - a um sentir resgatado do passado...

Foram tantos os dias perdidos no tempo
Anos adormecidos marés de palavras silenciadas
As areias aprisionadas em horas de cansaços lentos
E na praia de sentidos um só sentimento
Viajante do vento

Ficou no passado um beijo preso no tempo
Amordaçado sentir inquietude pensamento
Tanta escrita por cumprir
Descontentamento
Desenlace desistir
Desolamento
Devir

Em doce bramir das folhas da alma emudecida
Retrai-se a vida das memórias fugidias
Despertam saudades de uma história esquecida
Perdida em palavras abraços da ventania
No desassossegar de inquietantes dias
Ao vento destas palavras de acalmia
Há a persistir loucura e emoção
Medo encanto sonho euforia
Um beijo preso na ilusão
Nos versos soltos da fantasia
Há no tempo solitária paixão
Há no vento a desilusão
Há no passado solidão
Escrita sentir poesia

musa

Sem comentários: