Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 10 de julho de 2013

PALCO DAS ROSAS

       as rosas da Alice Queiroz

Fenecem as rosas a cada ida tua
Neste desassossego estranho
Como se de pétalas fosse a lua
Gravada no meu peito estanho

Na negra escuridão dos meus sentidos
Rosas esmaecidas secretas guardadas
A cada ida tua ficam os olhos perdidos
Tombam no firmamento pétalas de nadas

E é tão pouco o que me dás assim florido
Palco de rosas fazes do meu corpo roseiral
Desfolhas pétala a pétala o meu sentido

No olhar perfumas caule e folha em seda crua
A pele beijada na tua boca tão carnal
Quando me colhes flor orvalhada leda e nua

musa

Sem comentários: