Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 23 de julho de 2013

DUETO COM SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDERSEN

DUETO COM SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDERSEN

... e não me canso de ler...

Há mulheres que trazem o mar nos olhos
Não pela cor
Mas pela vastidão da alma
E trazem a poesia nos dedos e nos sorrisos
Ficam para além do tempo
Como se a maré nunca as levasse
Da praia onde foram felizes
Há mulheres que trazem o mar nos olhos
pela grandeza da imensidão da alma
pelo infinito modo como abarcam as coisas e os Homens...
Há mulheres que são maré em noites de tardes...
e calma
Sophia de Mello Breyner Andresen

... e na cama em que se deitam nuas
há mulheres que se fazem vagas
fazem do corpo quartos de luas
cortam o tempo como adagas
há mulheres como água pura
embebedando de doce loucura
corpo e alma dos sentidos
e pelo mar vazado do seu olhar
fazem dos dias vagos abrigos
onde homens e poesia vêm repousar
enfeitiçados de ternos castigos...
...

musa

Sem comentários: