Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 13 de março de 2013

A DUAS MÃOS


Gostei do poema a duas mãos
De colocar as minhas mãos sobre o teu corpo,
E tocar-te,
Uma música que nunca existiu

mãos que falam por palavras mudas
ao toque do sentir imaginado
feito de palavras a provocar
poesia de escombros levantados da pele,
pauta sentimental de sensibilidade
o chão lavrado de sentidos por humedecer
mãos inquietas em sensualidade
as tuas na arte do prazer
o arado feito de beijos a lavrar
a terra toda

as mãos as tuas... que ainda não sei sentir...

Seguro as tuas com minhas mãos
Sinto o teu com o meu corpo
Fazes do meu o teu desejo
A duas mãos
Em mim
Em ti

Faço das tuas as minhas preces
Mãos que seguram as tuas rédeas
Égua no cio meu cio sacias
A duas mãos
Em mim
Em ti

Beijo-te
musa & antonio

Sem comentários: