Cartão de Visita do Facebook

domingo, 20 de janeiro de 2013

MEU MAR ÉS TU


Toda a rebeldia do abraço das ondas
Em fúria incontida de lençóis de espuma
No calor da tua mão onde queres me escondas
Sobram as vagas tombadas uma a uma
No largo mar do meu olhar
Meu mar és tu

Manso abraço de imensa brancura
Envolves-me de sossego e espanto
E deixas o vento enlaçar-me de ternura
E a maresia fazer-se nos meus olhos pranto
Quanto do teu regaço é meu mar de loucura
E deixo-me nas tuas mãos como te quero tanto

Meu mar és tu
Que as ondas se soltem em abraços do vento
Se elevem aos céus hasteadas velas de pano-cru
Cruzados nossos olhos em marés sem tempo
Num abraço intenso mastros do pensamento
Navegando o silêncio do sentimento
Sentindo o mar que és tu
Azul momento
musa

PRAIA DA GRANJA 17H15

Sem comentários: