Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

OLHAR INSATISFEITO


Por um olhar insatisfeito
Fechei os olhos não mais quis ver
Guardei saudade dentro do peito
Não mais sorri deixei de ser

E o mundo todo se cobriu de escuridão
Diante do olhar a tristeza iluminada
Era a terra toda vestida de solidão
Era a minha vida à cegueira consagrada

Possa não mais ver não mais sentir
O peito aberto a essa dor insatisfeito
Nas veias o sangue da loucura a florir
Como vermelhas rosas sobre o meu leito

Quanto do meu ser nesse olhar fica fechado
Se um dia a loucura em abraços me tiver
No regaço da insatisfação o olhar amordaçado
Presa à noite à escuridão não deixarei de ser Mulher

O corpo a alma o tempo em negras palavras
A dor de sentir que a luz assim se apaga
Por dentro ficam em mim já tantas mágoas
Que o medo por amor na minha pele afaga
musa

Sem comentários: