Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

DUETO PRIMAVERA OUTONO com Teófilo Pinto - Muse Unintended Lyrics HD





ÉS PRIMAVERA

És suave e tão doce
Primavera que nunca se desvanece
Se tua ausência não fosse
Em pesar que me acontece
És andorinha a esvoaçar
Sobre os céus da cidade
Beija-flor que me faz sonhar
Me apaixona e me traz saudade
És flor de campo agreste
Que de cor enches meu ser
Beijos de morango silvestre
Que de ti jamais me faz esquecer
És Sol e calor, sonho e sabor que me enlouquece
És a Primavera do amor que em ti, sempre me apetece!

Publicado por Teófilo Pinto

ÉS OUTONO

Húmus do chão que adormece
Nos meus sentidos suave e doce
Fio da teia que a aranha tece
Na clareira onde quer que fosse
Que eu tivesse que te encontrar
Em ausências e devaneios
O tempo seria amar
Hibernando em colo de seios
No meu aconchego pudesses ficar
Chão coberto de folhas amarelecidas
Como teias de amor tecidas
Em filamentos de doce ternura
No teu olhar que me enlouquece
A cada palavra dessa loucura
A cada verso que entristece
A cada poema que desvanece
Inconformados nessa procura
Que o tempo fez em nós estação
Primavera e Outono eternidade
Fios orvalhados de dócil paixão
Se tecem em poesia sensualidade
Que se escreve pela nossa mão

Publicado por AnaBarbaraSantoAntonio

http://teofilopinto.blogspot.pt/

1 comentário:

Cremilde disse...

Dueto muito bom, que me proporcionou um belo momento de leitura.
Obrigada aos dois intervenientes e o meu abraço
Cremilde