Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 11 de maio de 2012

TEU OLHAR UM PIANO - a Bernardo Sasseti

No teu olhar
Estigma do sentir
Há algo nos teus olhos que mortifica
Esgar do olhar a fingir
Nas teclas do piano que vivifica
A alma da música no teu ouvir
As palavras com pele de sentidos
Como se elas estivessem a sorrir
Sons desprendidos das cordas esticadas
Martelos que soltam leves gemidos
Compondo poemas aves imaginadas
E no teu olhar esvoaçam musicadas
Instantes profundos sensitivos
As teclas do piano já com asas
No teu olhar
Parece que a música esvoaça
Dos dedos da mão seguindo a partitura
Mistério e segredo que a noite nevoaça
Nas sombras da vida solitária loucura
Acordes vibrando do piano eternidade
No teu olhar que fica teclas de ternura
Na tua vida que vai sendo cumplicidade
Cala-se para sempre este piano
E a música já sente
A cada ano
Saudade
musa

Sem comentários: