Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 14 de maio de 2012

DISSE-TE ADEUS E AMEI


Disseram-me que vinhas e eu recebi-te no encantamento interior dos meus lábios cerrados, mordisquei lembranças saboreadas no palato dos segredos, eu que ainda nunca te tinha partilhado no sal das lágrimas esgrimidas pela saudade, voltejei como borboleta surpreendida pelo calor da luz em áurea colorida de castelos de cores fundidas no tecido alvo acinzentado da transparência salpicada de um jardim ao sol da minha pele esfriada pela excitação da tua vinda, ainda que misteriosa sensação arrebatando a fúria de todas as ilusões, vinhas no encalço de esperanto e medo cobrindo sentidos alvorecidos no acordar de todos os sonhos em cada pétala das flores desabrochadas na cobertura de todos os sentimentos repartidos em corpo e alma, e dos pensamentos ficava a neblina matizada de odores perfumados olhos que se encantavam com a pele que despia todos os meus desejos feitos de sol e poesia...
...
musa
Uma gota de vida em poético sentir... palavras que a poesia eterniza num instante que a faz surgir...

Sem comentários: