Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 4 de maio de 2012

CANÇÃO DO TEU OLHAR

Espreitas a minha vida
como alguém
que não quer ninguém
e a vida em mim esquecida
esquece-se em ti também

fomos prisioneiros
de um tempo por inventar
em instantes primeiros
que não soubemos decifrar

e o tempo por nós passou
contando muitos segredos
levando parte dos medos
que a vida em nós deixou

teve a graça de todo sentir
olhares e risos provocados
teve verdades e a fingir
nossos sonhos acordados

foram instantes de magia
duplamente consentidos
olhares de poesia
por dentro merecidos

hoje olhamos o passado
querendo sonhos acordar
bastava ter-te a meu lado
dentro de ti eu ficar

espreitas pela vida
entrando adentro meu olhar
teus gestos de despedida
por dentro soube guardar
...
musa

Sem comentários: