Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 3 de abril de 2012

NOS BRAÇOS DO ANJO

Alma verso infante repousa no regaço
Em acalmia de nudez próxima ao peito
Amamenta o poema de doce cansaço
Em merecido descanso no abraço leito

No colo dos braços do anjo dorme belo
Sereno seu cogitar de palavras poesia
Nos seus sonhos é livre em folhas prelo
Desfolhado entre tantos da antologia

Às vezes num sono de rimas emparelhadas
Solta-se alma do verso de sonhos povoada
E outras vezes alternadas ou entrelaçadas
Levam ao tal cansaço da rima encadeada

Poesia poema verso soneto docemente adormecido
Tem nos braços do anjo colo de justo descanso
Asas livres palavras seu sentir rasgo canto merecido

Leve sussurrar sonoridade pranto poético melancolia
Acolhem em terno regaço doce embalar manso
Que dos maiores Poetas acorda sempre sentido Poesia
musa

http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/nos-bra-os-do-anjo

Sem comentários: