Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 2 de março de 2012

RUPTURA


Deixei-te
Perdi as pontas da ponte
Dando nós largos soltos
Separei o horizonte
Em cordas desamei-te
Larguei laços desenvoltos
Dessa teia de afetos
Separei-te
De mim tombei-te no fosso
Precipício dos desafetos
Tornei-me carne e osso
A alma em ruptura
Salivei de loucura
Aprendi outra forma de amar
No amargo fel da doçura
Encontrei no desamar
Do total desprendimento
Dei um passo no vazio
Separei no sentimento
Amor e ingratidão
E ao sol doce sombrio
A vida presa por um fio
Saltei para a solidão
musa

Sem comentários: