Cartão de Visita do Facebook

sábado, 3 de março de 2012

LUZ INFINITA LUZ (Dueto musa & Letícia Andreia)

LUZ INFINITA
Infinito teu mar de tristezas
Luz que do pranto poético
Inunda o teu ser
Sem tempo
Marcado

Infinita a luz do teu sorriso
Doce iluminado
Inspiração que eu preciso
Terno envergonhado
Que é mais do que encanto
Do que a palavra bela
Que firme e forte interioriza
Essa luz da tua janela
Com cortinas de pranto
A esvoaçar do Ser
O teu infinidade
Transparecer
Saudade
Alegria
Prazer

Toda uma infindável harmonia
Que assim deixas acontecer
E no poema em sintonia
Partilhas a escrever
...
musa

LUZ
Infinita seja tua vontade
que o tempo não marca
nem mesmo o menor segundo.
Infinita seja tua coragem
em caminhar por entre espinhos
e ora sol ora chuva
estás sempre esguia.
firme
forte
Infinita seja tua beleza
teu encanto
...levo-me a ti
sem o menor pranto.
Pois infinito seja sempre teu ser
que tem para mim um doce sorriso
no meu mar de tristezas.
Letícia Andreia

Sem comentários: