Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 9 de março de 2012

DESCIDA AO MAR

















Desce
Desce e entra nas águas
Desce e sente o frio
O tacto das ondas salgadas
No sal do mar desfalece
As tuas forças cansadas
No fundo do mar sombrio
Desce para o vazio

Desce as escadas
Olha ele ali tão perto
Sente-lhe o cheiro secreto
Desce ao mar
Veste-te de espuma
Sem medo de naufragar
Nas ondas uma a uma

Espera a maré cheia
Espera a sétima onda
Espera ele te chamar

Sentidos que água incendeia
Mar que ceifa e monda
Tantas vidas que reclama

Acende o pavio da chama
Com teu pensamento ateia
Luz desse imenso mar

Desce as escadas segura
Sente-lhe o salgado sangue a ferver
Mergulha nessa loucura
Desce nesse mar de prazer
Doce mar maresia
Escadas do Ser e do sentir
Descida em poesia
Ao mar eu quero ir
musa

Sem comentários: