Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 5 de março de 2012

ANCESTRAL SABER


Na ancestralidade do pensar
Escavei meticulosamente
Até poder encontrar
Algo em mim diferente
No chão do pensamento
Grão a grão de terra fina
Escorrendo o sentimento
Em tempo de neblina
Separei a poeira das palavras
Na arqueologia do saber
Os cacos feitos mágoas
Entre o sentir e o ser
Que na palavra ensina
Tudo o que há para aprender
E pela escrita domina
A arte de viver
musa

Sem comentários: