Cartão de Visita do Facebook

sábado, 3 de dezembro de 2011

MINHA PARTEIRA AVÓ MARIA


Avó é de ti que eu me lembro
Mãe três vezes na minha vida
Nasci nas tuas mãos em Dezembro
Pelo teu imenso amor aquecida

Faria frio e o teu olhar humedecido
Rio de lágrimas correndo de alegria
Primeira bisneta desse amor sentido
Nas mãos aparada de intensa euforia

Parteira da minha vida mãe presente
O cordão umbilical por ti cortado
De amor e ternura mãe consente
Separação de águas choro rasgado

Aconchegada em teu colo doce beijo
É como se o sentisse mesmo agora
Fui fruto consentimento e desejo
Que só morte me aparta e demora

Dos teus braços do teu doce olhar
Do teu carinho e ternura desmedidos
Avó que tanto viveu para me amar
E hoje e sempre está nos meus sentidos

Teu nome meu encanto avó Maria
Tem tanto sentimento doce saudade
E rima com meus versos na poesia
Trazendo à minha vida claridade

Serás sempre luz do meu viver
És a alma do meu sentir pensamento
Lembro-te em nostalgia e por querer
Manter-te sempre viva nesse lamento
musa

Sem comentários: