Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 8 de abril de 2009

A TUA VOZ

A tua voz tem timbre das ondas mansas
Vadia por onde anda beijando rochedos
Traz ao meu ouvido ternas lembranças
Conta-me de ti em meigos segredos
A tua voz sussurra carícias
Permeia de enlevo solidão e saudade
Tem notas de medo a roçar sensualidade
E vagas a quebrar bruma rasgada de malícias
A tua voz é plena de maresia
Imensidão ancorada em praia deserta
É sonho madrugada fantasia
Caminho em confins para entrada secreta
A tua voz derrama doçura em meus sentidos
É maré cheia de encanto ternura
Leito de sereia em mares proibidos
Entre firme razão e concreta loucura
A tua voz incendeia oceanos de azul sublime
Mar encrespado de palavras
É verso em simetria que rime
Entre alegria e mágoas
A tua voz é arritmia
No meu peito enchente coração
Salgado mar que me sentia
Não fosse eu ter-me de ilusão

Sem comentários: