Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 16 de abril de 2009

HOJE AMEI-TE

ontem amei-te de um poema

ergui-me vontade todo o ser
deixei-me mescla de sentidos
impregnada de prazer
fui moema
a india viva sensual
entregue de gemidos
a um amor virtual
hoje amei-te de segredos
toquei tua pele
desfiz-me de medos
senti-te doce mel
nunca igual
hoje amei-te em ilusão
deitei na cama corpo e mente
fiz-me sedução
eternamente
hoje amei-te como louca
vibrei em ti
prazeirosa
trepei em teus abraços
enlaçei-te como a rosa
desatei-me de laços
deixei-te meu cheiro
fui gulosa
fui ribeiro
toda húmida do teu ser
fui tão louca
poderá ser coisa pouca
ah... mas o que eu senti
ao te ter
fundida de odor
no teu tacto
em ti aprendi
ensinar e saber
sem pranto sem dor
que te estou no olfacto
amar-te de paixão
sem nada querer
apenas e só
partilhar teu viver
ser parte de ti
poeira pó
hoje amei-te de uma única maneira
tive-te entranhado
senti-te amado
estremeci
amando
de tanto te querer
teu ser
vivi
desejando
morrer
por ti

Sem comentários: