Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 16 de abril de 2009

ILHA DE PENAS

Pequena pérola do azul oceano Sou eu por detrás dessa ilha Onde gaivotas deixam cair suas penas Às ordens desse mar decano Sob o olhar que brilha Combate de sentidos e sentimentos Rompendo as asas Da vida São as minhas penas que se banham No mar das tuas lágrimas Caindo na água às dezenas As dores e os momentos De cada ano Que tu vazas Sentida Sentir exótico e selvagem A alma rara orquídea godiera Tão rara como uma miragem Brumal que rasgo de luz obsidia Trepando no escuro como uma hera Por entre os ramos de malvasia No meio do louredo Bosque fantasia Quimera Onde eu guardo o meu segredo De tanto amar a poesia Fiz das penas Meu degredo Essa ilha

Sem comentários: