Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

TULIPA NEGRA

"Era comum ouvir-se falar na tulipa negra, uma flor rara e preciosa. Segundo uma lenda persa, uma moça chamada Ferhad apaixonou-se por um rapaz chamado Shirin. Vendo seu amor rejeitado, Ferhad fugiu para o deserto. Ao chorar de saudades e tristeza, cada uma de suas lágrimas, ao tocar a areia, transformou-se numa linda tulipa". (desconheço a autoria)

Vem surpreender-te entre virgens rosas de cheiro intenso

No cálice húmus flor de terra em nobre momento

Queima de ardor no meu olhar o incenso

Flui aroma em pétalas de vento

Perto de ti

Sensualidade de rubro tempo entre nós chama acesa

De um vermelho quase negro ousando beleza

Florir entre lábios doçura ardente

Derrama em minhas mãos

Pétalas de amor

Ausente

Como ter-te em mim sem temer perenidade

Tua haste segurando pétalas de negro

Brilho cor de púrpura vivacidade

Que no teu olhar antevejo

Pálida de mim

Tulipa

Sem comentários: