Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

TRAÇOS DE TI

Ainda hoje te procurava

porque no céu brilhava

timido girassol crepuscular

que semeava as ruas de âmbar silêncioso

e nessas cores o teu perfil sereno lavrava

em minha imaginação

campo do ser

buril de beleza

numa infinita cumplicidade

sem precisar de palavras

como se fora dito entre a natureza

até que a morte nos separe depois do viver

nós que nos fizemos de poemas inteiros

com a alma do que escrevemos

do que lemos

do que sonhamos

em pedaços de papel e tinta

e tu de imagens de poesia

acreditaste conter

a minha alma de escrita

refúgio de silenciosa ousadia

em teu olhar sudário

fímbria de luz escarlate

ondeando de vento e maresia

nosso imaginário

Sem comentários: