Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

COLINA DO SER

Esta madrugada ajudei a romper a luz do alto da colina O céu azul do meu olhar abriu-se pela mão imaginada O corpo assim desperto a alma assim tocada Rasguei de rosa azul deserto a luz que era só minha Tinhas que ver a madrugada toda ela fumegando a noite gelada Lembrei-me do teu olhar querendo tocar o vento A brisa do mar rebentar-te em vagas o pensamento E eu ali No alto da colina soltava-me de mim Deixava-me impregnar de azul rosa intensamente Senti Como se a aragem do mar me envolvesse docemente Numa aventura do olhar e do ser Sem fim Deixava Acontecer Tristemente

Sem comentários: