Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

CÉU DE FOGO

Vou dar-te neste céu afogueado

pedaços da minha alma

meu corpo iniciado

em fogo sensual

ateado

Vou dar-me a ti por inteiro e repartida

primeiro o corpo

depois a alma

depois a vida

jogo ritual

vou dar-me sentida

em brasa incandescente

por ti perdida

ardente

sensual

pedaço de cor em fogo

o corpo inteiro

por ti morro a viver

por ti grito calada

por ti quero sem querer

sentido prisioneiro

desespero

afogueada

a minha alma se incendeia

com palavras de tortura

esse fogo que em mim ateia

tanta loucura

tanto querer

por ti

arder

Sem comentários: