Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

ALMA

Entrega-me as rédeas da tua alma e deixa-me galopar os teus sonhos

Na áurea luz dos teus sentidos deixa-me ser clarão de alma

Quero entrar no labirinto espiritual da tua alma e afundar-me dentro

Quero ser o teu centro

Fascina-me o nome alma quarto de palavras

Onde é seu aconchego entre as ervas bravas

Profundidade repleta de todos esses sentidos

Desperta espiritualidade dos sonhos prometidos

Expressão secreta nessas tuas faces duras e vagas

Interior orgásmico vertendo dos olhos prevertidos

Em todas as sensações que no meu corpo rasgas

Como véus mantos linhos voiles e sedas vestidos

Sem comentários: