Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

ADEUS

...a todas as mulheres que um dia tiveram a coragem de dizer ADEUS !
Quero ir embora, deixa-me ir, já sem demora, deixa-me partir seguir o meu caminho
Vou indo ao encontro do destino
Dizer-te adeus carregando o luto negro a trouxa da vida lá dentro escondido o medo
Adeus por todas as palavras esgrimadas nos cumes inversos de meros sentidos
Adeus por tudo o que ficou por dizer no desapego das mãos dadas por todas as bofetadas e todos os castigos
Adeus por prantos agoniados quebrantos talhados em olhares despidos e roubados de vultos clareados em abrigos de maldição
Adeus promessas de prazer e sedução no corpo lavrado de tão imensa espera e comoção deixado ao abandono por tão penosa traição a sofrer
Adeus alma vadia torturada na silenciosa desilusão doce do ser ofegante de amor e paixão pedindo delirante que quer morrer
Adeus solidão da minha vida pejada de seres tão cheios de alegria tão felizes de viver

Sem comentários: