Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 29 de julho de 2008

ANA

Ana, do hebraico Hânnan, forma verbal que significa favorecer, conceder a graça, significa cheia de graça, garantindo uma intuição que oferece boas escolhas nos estudos, na profissão e no amor. Foi adoptado como nome Anna, pelos gregos, a partir do séc. VI a. C., como sendo a graça eterna, a misericórdia. Era geralmente atribuido a crianças que eram esperadas ansiosamente, quase sempre o primeiro filho, e quando havia dificuldades em engravidar e que com o tempo se perdiam as esperanças de ter essa criança. Na mitologia romana existia uma deusa denominada Anna Perenna, seu âmbito era o tempo que transcorria durante um ano, Ana Perene, e as suas comemorações ocorriam sempre a céu aberto, com jogos e banquetes. Este nome é muito usado, actualmente, por ser bíblico, já que é o nome da mãe da Virgem Maria, Santa Ana, da mãe do profeta Samuel, da profetisa do templo de Jerusalém.

Sem comentários: